20 de ago de 2011



Sabe o que é mais gostoso em assistir as semanas de moda masculinas europeias, sobretudo a parisiense? Os estilistas não estão nem aí pras tendências vindas do closet feminino, fazem uma moda pessoal, autoral e com boas doses de informação. E pensa que eles ligam para o que os outros estão fazendo? Que nada! Enquanto a Louis Vuitton aposta em um tema mais preppy com pegada de viajante luxuoso, Dries Van Noten se joga na temática tecnólogica, imprimindo na passarela um homem naturalmente chique. Na verdade, naturalmente chique pode ser a frase usada em cada passo dado na capital francesa, ou em cada pedacinho de roupa que vem da cabeça dos designers.

Mas chega de ficar bajulando essa gente, o que queremos ver mesmo é beleza na passarela, e pelo menos isso eles nos mostraram. A vontade da label de Marc Jacobs era fazer um safari, passear pelas montanhas e ficar bem confortável. Bom mesmo foram os conjuntinhos que surgiram na apresentação (diz se não é o máximo ver camisa, shortinho e echarpe tudo da mesma padronagem?), parece até que estamos voltando no tempo. E foi exatamente o que a dupla Victor & Rolf fez, se jogou no túnel do tempo e foi parar no anos 70. Homens, já pensaram em adotar a calça com boca mais larguinha em pleno anos 2000? Uma beleza de desfile. As cores cremes e os prints engraçadinhos foram um charme a mais. Já a coleção de Verão de Nicola Formichetti para Mugler pode causar certa estranheza à primeira vista (ele se inspirou nos pornôs gays), mas quando você foca bem nas peças, dá pra tirar meia dúzia de desejos delas, incluindo os blazers e paletós que pareciam ser cortados ao meio e remendados novamente usando outro tecido. E o que dizer do desfile de Dries Van Noten? Parecia uma alfaiataria feita pra balada. Tão interessante quanto os tricôs com pontos largos perfeitos para as temperaturas mais altas.



Mesmo que tenham sido coleções bem diferentes umas das outras, ainda dá pra identificar algumas propostas comuns: essa é a hora de usar shorts curtinhos (esses precisam de uma coragem extra dos homens) e as sandálias abertas e com tiras. Tá todo mundo usando. Quer comprovar cada palavra escrita aqui? Passeie pelas coleções e inspire-se.













Não esqueça de deixar um comentário!

8 comentários:

Blog da Obs disse...

Grande Lucas Magno parabens estava com saudades dos seus Post - faz 1 mes que não vejo voce postando. Tava de Ferias?? Boa sua publicacao das tendencias de paris..continue assim o mercado de moda masculina agradece!

Lucas Magno disse...

Hehe
Férias? Jamais!
Estive enlouquecido com os preparativos do MaxiModa e o MaxiModa em si.

Estou de volta e cheio de coisas boas pra dividir com vocês.

Obrigado pelo comentário. Até +.

Felipe disse...

Eu tbm senti muita falta!!
Bom retorno, traga grandes
novidades, inspirações e
belos looks é claro. rs
Sucesso!!!

Marta Araújo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Milton Sobreira disse...

O que mais me chamou a atenção dos desfiles citados foi Mugler com certeza. É legal perceber a inspiração deles no desfile. Mas o que aquele Tarzan estava fazendo perdido ali, afinal?
Outra parte que não gostei foi quando as cores começam a aparecer, senti um pouco de Power Rangers ali.
Fora isso, amo preto com vermelho e aqueles cabelos. rs

Em Louis Vuitton, as calças e shorts estão lindos!

Anônimo disse...

aki tem o diabo de roupa de viado! aaffff

Lucas Magno disse...

O mais interessante de se ter um blog é que podemos ver exemplos fieis de pessoas que não conseguem enxergar além do próprio nariz e fazem de tudo pra mostrar o quanto são ignorantes.

O que sinto? Pena.

Anônimo disse...

A sandália preta rasteira é que marca? Bem interessante.