31 de mar de 2011



De que adianta fazer uma foto e não sentir emoção? De que adianta fazer um curso de fotografia e não enxergar além do óbvio? De que adianta querer ver, mas sequer saber o significado, mesmo que seja apenas pra você e pra mais ninguém? A fotografia é um conjunto de nuances, verbos, substantivos e adjetivos que se unem em prol da arte, da beleza, do fazer as pessoas viajarem ou sentirem emoções outrora esquecidas.

Pascal Grob é jovem, mora em Zurique e tem uma vida simples. Fotografa com alma, apenas o que gosta, o que sente que poderá virar uma fonte de inspiração. Não hesitar quanto ao que deve ser focado em suas lentes transformam suas imagens em arte. Mas não pensem em monumentos impressionantes ou pessoas bizarras andando pelas ruas, Pascal gosta do básico, da natureza e da força de expressão.

Algumas vezes melancólico, outras com fendas abertas para a animação de festas, shows e semanas de moda, a arte de Pascal está presente. Pode parecer que estou elevando demais o nível do menino, mas de que vale ter décadas de experiência e não sentir um pingo de amor pelo faz? “O Homem e a Moda” deixa a dica: Visual Diary of Pascal Grob é um exercício de inspiração.


Conheça do blog de Pascal Grob clicando AQUI.

30 de mar de 2011




Big Old House por Bright Eyes


21 de mar de 2011



Mistery Jets de vídeo novo é sinônimo de música boa aqui no blog. Vocês já devem saber que sou um eterno fã de qualquer coisa que seja feita com simplicidade, seja na moda, na música ou em qualquer outro segmento. Poder enxergar esse tipo de beleza é uma das maravilhas que a internet nos trouxe.

A banda inglesa, na estrada desde 2006, volta com um vídeo de ideia simples e suas melodias gostosas pra ouvir a qualquer hora e em qualquer lugar. “Serotonin” é mais uma das canções que fazem parte da trilha sonora do “O Homem e a Moda” e vale a pena dividir com vocês. Basta um clique pra se deixar levar com o som dos Mistery Jets. Have fun!



Comente!

20 de mar de 2011


"A arte é o que resiste: ela resiste à morte, à servidão, à infâmia, à vergonha."

"Escreve-se sempre para dar a vida, para liberar a vida aí onde ela está aprisionada, para traçar linhas de fuga."

“Os mal-entendidos são frequentemente reações de bobagem raivosa. Há pessoas que não se sentem inteligentes senão quando descobrem “contradições” em um pensador.”

Todas as frases de hoje são de Gilles Deleuze


Camisa: Christian Dior Monsieur
Bermuda de alfaiataria: Obra da minha mãe
Chapéu fedora: Acervo
Sapato oxford: M:Zero


Comente!


Bastou pouco mais de um ano para o nome de Nicola Formichetti se tornar influente e sinônimo de inovação dentro da moda. Seu desfile masculino à frente da Mugler foi especialmente inspirador (já não posso dizer o mesmo do feminino...), e de quem é a culpa de todo esse sucesso? Lady Gaga. A cantora elevou o nome do outrora stylist para um patamar que ele talvez nunca tenha imaginado, mas isso é assunto pra outra hora.

A Vogue Hommes Japão convidou o estilista/stylist para fazer sua edição de verão 2011, e o resultado reflete exatamente a temática erótica dark que ele costuma trabalhar. Couro, preto, não definição de roupas masculinas e femininas e voyerismo são estampadas de forma crua pelas lentes de Steven Klein.

As fotos podem não ser a síntese do que costumo colocar no blog, mas o resultado vale a pena ser visto, principalmente pra refletir o momento atual da moda masculina. Take a look.



Deixe um comentário!

17 de mar de 2011





Vale um comentário!