4 de jul de 2010


Existe algo de diferente na Espanha. Além de, provavelmente, ser um dos lugares do mundo com maior número de semanas de moda em um mesmo país (Madri, Barcelona, Valência, Burgos...), as criações masculinas acabam tendo um bom destaque.

O último evento foi o "Passarela Aberta", que com esta edição completa 9 anos e sempre trás ótimas novidades que valem a pena serem divulgadas. A "Fashion Week" que funciona como competição de novos designers e apresenta um apanhado nacional de estilistas que fazem roupa de qualidade, divertem-se com suas próprias criações e ousam sem nenhum medo. Eles têm convicção que os homens espanhois usarão aquilo nas ruas.

Um bom destaque dessa safra de novos profissionais é o da coleção dos designers Manuel Gómez e Rául Paco que inspiraram-se nas tintas e seus efeitos de textura. Têm algo de orgânico, padronagens que parecem que um pincel foi pigando tinta nas roupas, a silhueta feminina que muitos tentam submeter o homem a usar e não conseguem sucesso comercial, a utilização moderada de couro e rabiscos. Não chegou a impactar, eu sei, mas a questão que eu sempre levanto é a valorização da moda masculina nesses países. Que tal os empresários locais fazerem o mesmo? Vamos lá, não tenham medo.





Nenhum comentário: